segunda-feira, 23 de março de 2009

A volta

Você volta para aquele trabalho do qual você saiu num nível bem elevado de stress. Sem saber o que te espera, com o coração pululando de medo e angústia.

Aí você abraça aquelas pessoas que você sabe que realmente sentiram sua falta e sente que é verdadeiro. De algumas pessoas. Outras pessoas você passa longe.

Aí você chega na sua mesa, e seu chefe deixa um bilhete de "bom retorno" e três Ferrero Rocher para você. Sua mesa limpa de papéis e um sorriso que indica que sim, ele sentiu muito a sua falta. Pessoal AND profissionalmente.

Aí você lembra que aquele amigo de longa data não trampa mais com você. Mas chega um novo amigo e já começa a contar aquelas piadas sem graça que fazem você dar aquela risada escandalosa que só eles, seus amigos, conhecem.

E chega mais uma amiga, e colocam as fofocas em dia.

E você descobre que os dias não precisam ser tão estressantes. Faça sua parte, mantenha-se longe daqueles que te machucam, ponha um pouco de doce na vida daqueles que você gosta e terá sempre um dia bom.

Hoje, milagrosamente, eu tive um dia bom no meu retorno ao trabalho. E espero realmente que todos os outros se mantenham assim, na medida do possível. Oremos.

17 comentários:

Andarilho disse...

Boa volta ao trabalho.

E é sempre bom reencontrar os amigos.

R.C, 25 anos, jornalista disse...

pois eh... as vezes eh só questão de evitar certas pessoas e tudo fica numa boa... o problema é quando se trabalha em equipe e tem um asno e chato de galocha na sua sala... hehehehe
mas tá bom, é assim que aprendemos também....
beijos

koster disse...

Sua vida parece tão comum, como também parece tão diferente.

Boa volta ao serviço.

Perdido disse...

Faz um post desse pra mim semana que vem?

Pamela disse...

koster disse...

Sua vida parece tão comum, como também parece tão diferente.

Boa volta ao serviço.[2]

Pamela disse...

eu nunca mais poderei fazer um post sobre retornar ao trabalho ;|

rs.

Ana P. disse...

Andarilho: é sempre ÓTIMO reencontrar os amigos. Não sei quanto tempo isso vai durar, mas espero que seja o suficiente para eu me recuperar de mtos baques que eu sofri lá dentro!

R.C.: trabalho em equipe é foda, mas pelo fato de eu ter sido treinada nisso aonde eu trabalho, acho que aguento qquer equipe. Com qquer chato de galocha.

koster: minha vida não só é comum, como é chata e monótona. Mas... me senti bem com esse seu comentário. E com o repeteco da Pam.

Perdido: faço quantos posts você quiser, beibe, é só pedir ;)

Pam: claro que poderá fazer! Ou vc acha que com todo esse talento e magnitude vc vai ficar quanto tempo sem o trampo? Me poupe, né!

Vans disse...

Por mais chato que esteja, na minha atual situação, eu vejo pelo seguinte lado: pelo menos você tem um trampo pra voltar! rs

Bitocas.

November disse...

E que as pessoas continuem bacanas..
Amém!

Chico Mouse disse...

Pra vc ver, querida... muita coisa nessa depende muito da gente mesmo, né? Aproveita! o/

Márci disse...

Ai que bonito amiga....que bom que foi um bom retorno.

Adendo: esse bilhete e os chocolates em sua mesa só reforçam minha teoria e do Yuri nééáah !

rsrs...

Claudia Lyra disse...

Poxa... seu retorno foi mesmo nota mil, não é? Eu só volto a trabalhar no dia 06... desculpa, aê... (hahahahhahaha...)

Fefa Liguori disse...

Que legal, Ana. Assim que é bom. Aproveita então esse milagre pois esses momentos são raros, não é?
beijos!

Ana P. disse...

Vans: é, minha mãe fala a mesmíssima coisa... bom, pessoalmente eu até explico melhor pra você a ideia, mas pra mim, eu recuso esse tipo de hipocrisia e conformismo. E... é, pessoalmente eu explico melhor!

November: sim, depois de uma semana, eu já consegui me estabelecer e entender quem são as pessoas que eu posso confiar!

Chico: muita, muita coisa depende só da gente mesmo. A felicidade, inclusive!

Má: sem comentários pra vocês e essas teorias. Vou te contar um negócio pra você: vcs dois são muito, MUITO bobos!

Clau: foi nota um milhão, acho que no fundo eu tava com saudade daquela zona, sabe... eu tenho problemas!

Fefa: aproveitando o milagre que eu esperei e que está acontecendo, ahuahuhauhauhauahuahuhauhauhauhauha!

castrodigital.com.br disse...

Nada melhor do que trabalhar com pessoas que agente se dê bem.

Ana P. disse...

Castro: é o que eu acho, pelo menos... pra mim, isso é essencial para um trabalho bem feito!

jujudeblu disse...

Essas são as horas em que as brigas são deixadas de lado!

Até que surjam outras. Ou até que mudemos.