sábado, 25 de abril de 2009

A outra que não sou...

... que não foi, que não é. Que queria ter sido e acabou não indo. Que é uma na frente dos pais, que sou uma com os irmãos, que era outra com os amigos e que será outra no trabalho. Uma fábula que não aconteceu, uma mentira que não se revelou, uma verdade que ninguém acreditou.

A outra que sou, que revela-se no espelho por não ter mais onde se esconder. Por perder todos os minutos de uma vida não vivida. Por fingir todos os momentos que ninguém se lembraria. Escondida da vergonha de ter que admitir

Aquela que sou:

Insegura, medrosa, apaixonada, inconsequente, incapaz. Descrente. Infiel, iludida, DESiludida. Confiante. Amigável, odiável, insuportável. Idiota. Tola, infeliz. Crédula. Intolerante. Debochada, irresponsável. Feliz?

Eu fujo dessa menina mulher, mulher menina, dessa tola incapaz. Fujo, porque ela sempre me deixa assim, sem saber o que dizer, como agir, qual o próximo passo, se é que devo dar algum passo, se é que devo acreditar no que me diz um coração irresponsável.

Ou acreditar no que me repete a minha mente a todo momento.

A que sou, e a outra que não sou, nenhuma das que residem em mim nasceram para o amor.

Resigno-me novamente ao lugar que me é devido. Conselheira. Amiga. A que sempre tem resposta pra tudo. A que sempre sabe tudo. Um perfeito conto de Cyrano de Bergerac.

Mas, como em todo conto da vida real, sem um único final feliz.

13 comentários:

iilógico disse...

ué! eu te amo mesmo assim...

Andarilho disse...

Não fique assim deprê, olha o iilógico ai em cima te ama, viu?

E todo mundo é assim, usando máscaras pra cada ocasião.

Claudia Lyra disse...

Que coisa... não nasceu para o amor? Duvido muito...

Pamela disse...

Sinta-se abraçada. Sempre.

Pamela disse...

Só quem amou pode expressar isso tão bem, assim como você faz.

Ana P. disse...

Ai, meus amados. Cada gesto de vocês, cada palavra de vocês, mostra que eu preciso continuar acreditando. Obrigada!

iilógico: não tenho o que comentar. thanx! ^_^

Andarilho: todo mundo tem que vestir sempre o seu melhor personagem, né? E quando vc não sabe qual é o personagem certo?

Clau: pois é, não nasci. Acostumei-me com isso, mas isso não quer dizer que não doa de vez em quando.

Pam: sem palavras para você, mocinha! sem palavras mesmo! Sinta-se abraçada, sempre [2]

Andarilho disse...

Pois é, não existe personagem certo. Só existe o personagem que vc quer encarnar na hora.

Relax, baby.

(Eu estou, aqui bebendo minhas brejas)

Ana P. disse...

Andarilho, divide comigo, pelo amor... eu preciso, eu NECESSITO tomar um porre.

Hoje a garrafa de Ballantines vai trabalhar, Ô SE VAI!!!

Andarilho disse...

Só vou fazer uns posts, depois eu abro a vodca, hauhauhau

Post bêbado não dá certo...

Ana P. disse...

Olha, beibe, se liga, pq se amanhã tiver post novo nessa joça, no Coffee ou no secreto [que vc num conhece, hehehehehehe], certeza eu vou ter escrito bêbada.

MUITO bêbada.

Andarilho disse...

Se for no secreto, eu não vou ficar sabendo mesmo...

Ana P. disse...

Se eu estiver bêbada, vc acha que eu realmente vou escolher o secreto?

Eu gosto de sofrer em público quando bebo. Eu acho que tudo é uma grande merda mesmo, e eu vou acabar indo dormir sem beber, chorando até o sono chegar e me acalentar.

Márci disse...

Caraca...Vc é td isso de uma vez só ? COnfusa ? Magiiiina