domingo, 12 de julho de 2009

To my friends

Qual a definição que você tem de amizade?
Quantas pessoas você chama de amigo ou amiga?

Você conhece alguém apenas virtualmente. Mas você conversa com essa pessoa todos os dias, e você conversa com ela sobre qualquer assunto, até aqueles que só seus amigos mais próximos e íntimos sabem. Mas você nunca viu essa pessoa, a não ser na janelinha do MSN ou naquela fotinho sacana que ele ou ela fez questão de te mandar.

Você conheceu alguém há pouco tempo, bem pouco mesmo, vai, digamos... meses. E você se identifica bastante com ele ou com ela, que te faz rir, que te faz pensar, que te deixa... assim, leve. Amizade leve, tão leve e descontraída e livre de cobranças quanto suas antigas amizades.


E você tem os amigos de longa data, talvez da infância, né? Amigos que te viram crescer, que viram sua personalidade mudar, que viram sua barriga crescer pros lados, sua cabeça ir muito mais pra cima, e seus cabelos mudarem de cor e de estilo como quem muda de roupa. Aqueles que entram na sua casa e chamam sua mãe de mamãe, e que abrem a porta da geladeira sem a menor cerimônia.

Os amigos com quem você divide uma partida de videogame, os amigos pra quem você mostra a banda nova que você conheceu, os amigos que você faz sempre questão de dividir uma cerveja.

Tem os amigos que sabem suas bizarras histórias sexuais, os amigos que viram suas bizarras histórias sexuais, os amigos que te meteram em bizarras histórias sexuais. Os amigos sexuais. Bom, alguém deve ter, eu não tenho.

Tem amigo ou amiga que vira namorado ou namorada, namorado ou namorada que vira amigo ou amiga.

Independente do tipo de amigo que você é, real, virtual, namorado, sexual, de curta ou de longa data: dos amigos a gente só espera isso. Que ajude a animar na hora que é preciso, que saiba rir na hora desnecessária, que saiba calar na hora do barulho mundano, que saiba te dar a mão na hora da vergonha. Um amigo só precisa na verdade ser um amigo, desse jeito simples e sem explicações que a amizade se faz.

7 comentários:

Andarilho disse...

Os que eu considero amigo mesmo são poucos.

Definição de amigo pra mim, é alguém que liga pra casa quando eu sumo por uns dias. Como quase ninguém tem meu telefone...

Ana P. disse...

Eu não poderia colocar isso como definição, pq as pessoas ligam, mandam email, twittam, comentam no blogue, OU em último caso, aparecem na minha casa, huahuahauhauhauhauhaua!

E tb pq eu não sumo mto, né. Não é difícil me encontrar.

Olha, se vc sumir por uns dias, o máximo que poderei fazer é te deixar um comentário ou um email dizendo que vc sumiu. Mas te avisar que você sumiu é meio... ahn... paradoxo, não?

Chico Mouse disse...

É como dizem.. "Amigo não é aquele que te salva de uma briga. É aquele que chega dando uma voadora no inimigo, depois te pega pelo braço e diz 'CORRE FILADAPUTA SENÃO APANHA NÓIS DOIIIISSSS!!'"

Ana disse...

Pra mim, amigo é quem me enxerga como eu sou....é quem não acredita nas máscaras que visto pra ocultar as minhas fraquezas, e, que, apesar de conhecê-las, me admira ainda assim. Amigo é toda e qualquer pessoa capaz de me conhecer de verdade (e, o tempo que isso leva varia muito) e, ainda assim gostar de mim!
Tenho poucos, porém eternos...afinal, sou uma pessoa controversa...rs.
Beijos

Gerundino disse...

NÃO TENHO AMIGOS!!!

Sei lá, sou recluso, doente e muitas outras coisas impronunciaveis.

Amigos? Amigas? Morei em muitos lugares e de todos os lugares nunca achei nenhum bff e acho q nunca vou achar. Odeio esse tema.

Ana P. disse...

Chico: meus amigos são os que já sentiram vergonha alheia por mim, ahuahuahuahuahuahuahuahuahua! Afinal, sou uma anjinha, e nunca arranjo briga! *_*

Ana: eu não contabilizei meus amigos, mas agradeço por esse círculo estar aumentando, e não diminuindo, com o passar do tempo.

Gerundino: vc quer ser meu amiguinho??? HAUHAUHAUHAUHAUHUAHAUHUA

Lembrei do Dollynho. "Sou o Dollynho, seu amiguinho, vamos cantar?"

Gerundino disse...

Putz. Musiquinha do Dollynho é tenso.