domingo, 30 de janeiro de 2011

I think I'm ready to win

Hoje eu sou uma pessoa melhor e pior, mas a verdade é que hoje eu não ligo mais pra isso.

Hoje eu durmo melhor. Eu deito e durmo, e isso é um grande avanço para quem passava as noites em claro. Para quem arrumava desculpas para não dormir e ter pesadelos, ou nem sequer dormir. Hoje eu sonho. Ou tenho apenas noites tranquilas de sono. Hoje eu acordo e sou capaz de sentir que pode ou não ser um bom dia. Mas eu tenho a esperança de que sempre será, porque eu sei que você não fará mais parte dele.

Hoje eu aprendi a não odiar meu trabalho gratuitamente. Hoje eu aprendi que a felicidade não está fora, não está em fazer o que eu gosto, em estar ao lado de alguém, em ter livros, música, cultura, em assistir a uma peça de teatro, em frequentar ambientes cults, em ter conteúdo para conversas sobre assuntos irrelevantes. Hoje eu aprendi que eu tenho que ser feliz por mim e não pelos outros.

Hoje eu olho pro céu. Eu vejo o céu azul, uma ou outra nuvem branca e sou capaz de associar essa visão ao dia mais feliz da minha vida. E no dia mais feliz da minha vida você não fez parte dos meus pensamentos. Nenhum de vocês. Eu olho pro céu, vejo um avião de um lado, um pássaro do outro e me sinto livre. Mesmo estando com os dois pés no chão.

Hoje eu estou com os dois pés no chão. Hoje eu não sou mais uma sonhadora, hoje eu não confio que todos gostam de mim e querem estar ao meu lado por quem eu sou. Hoje eu acredito no interesse. Eu sei que eu sempre falei do interesse, mas só hoje eu aprendi.

Hoje eu não faço mais planos. Eu vou vivendo um dia de cada vez, conforme vão surgindo as novidades. E eu não me sinto mal por isso, e esse talvez seja o maior avanço. Porque não tem mais ninguém por perto pra me dizer que uma vida sem planos não vale a pena. E mesmo que alguém queira me dizer isso, eu vou dizer que a minha vida pode até não valer a pena, mas que eu vou tentar desse jeitinho mesmo.

Hoje eu não espero por telefonemas, não espero emails, não espero reconhecimento. Hoje eu me reconheço. Hoje eu sei que estou bem.

Esse hoje demorou muito a chegar, e às vezes eu enfraqueço e tenho medo que esse hoje não seja mais verdade amanhã. Mas... um dia de cada vez.

Hoje eu estou inexplicavelmente feliz. Por favor, não volte e tente tirar isso de mim. Porque essa sensação é terrivelmente idiota, mas é a melhor que eu tive até hoje.

Hoje é o dia.

9 comentários:

Andarilho disse...

Tava demorando pra passar a fase deprê.

Ana P. disse...

@Andarilho: tava mesmo, num tava? mas acho que passou. Pode até voltar um tiquinho às vezes, mas o pior já passou.

Márci disse...

E que todos esses aprendizados desse HOJE em questão aí, permaneçam e que venham mais ainda.

Chico Mouse disse...

Que felicidade gostosa, amiga... Devagarinho, quero chegar nesse ponto aí.

Outro dia vi na tv alguém dizer que a chave da nossa felicidade a gente tem que guardar no nosso próprio bolso, e não querer enfiar no bolso dos outros. Acho que faz todo o sentido, né?

Bjos

Ana disse...

So glad to read that....Torço um monte por vc!
Beijo

Will disse...

Que legal esse post...feliz por você!

jujudeblu disse...

É, muito bom!
[ando meio sem palavras, sorry]
Bom te acompanhar neste momento. :)

Um brasileiro disse...

oi. estive por aqui dando uma olhadela. muito legal. gostei. apareça por lá. abraços.

Chico Mouse disse...

Esse blog morreu mesmo, foi? :P