domingo, 29 de abril de 2012

longe do meu lado

olha, eu não sou de correr atrás, ok? bom, o fato é que durante muito tempo eu corro atrás. eu procuro. eu busco saber a respeito, saber onde, como, quando e com quem.

eu quero saber se você tá bem, se tá precisando de ajuda, se tá se dando bem no trabalho, na faculdade, na vida em geral. se resolveu aquela velha rixa com a família, se conseguiu conquistar seus sonhos. eu quero fazer parte da sua vida, e na maior parte do tempo, eu quero que você faça parte da minha vida. eu quero que você se interesse tanto quanto eu me interesso. pode até ser menos, mas gostaria de saber que em algum minuto do dia seus pensamentos foram meus.

talvez seja um nível elevado de carência, ou de necessidade do outro, mas às vezes eu me sinto assim.

mas como eu dizia. eu não sou de correr atrás a partir do momento que eu canso. e é bem difícil conseguir o afeto de volta depois que eu canso. até poderá existir um pouco de afeto do tipo que se deve ter por qualquer ser humano. mas não haverá a preocupação. não haverá o querer saber. não haverá o me importar. eu cruzarei com você na rua ou nas redes sociais e quem sabe eu te conceda um educado "olá". mas não espere que eu continue sendo uma pessoa que necessita da sua atenção.

muito além da sua atenção, eu necessito do seu respeito. e respeito é algo que nunca combinará com desprezo.

4 comentários:

Márci disse...

Pois é...Tb sou meio assim miga.

Olha, isso aqui http://26.media.tumblr.com/tumblr_m3ax0ePL381qhwq1lo1_500.jpg tem um pouco a ver com isso que vc escreveu, não tem não?

É da Martha Medeiros, e quiçá vc já tenha visto no Tumblr.

neutron disse...

eu total te entendo. a gente total se entende. e acho que, por isso, ter você na minha vida seja tão bom (:

Albuq disse...

Atenção e respeito é tudo, se não existe, não existe nada!

Gostei do post!
bjs

Carina Carvalho disse...

sumiu.