terça-feira, 18 de agosto de 2009

Fones de ouvido, esse desconhecido

Olha, eu tinha um post muito mais útil do que esse, pelo menos para os meus relacionamentos pessoais, sabe? Uma coisa que ficou martelando a minha cabeça desde domingo de manhã até agora. Mas não. Tem uma utilidade pública que eu gostaria de trazer à mesa, e acho que muitos irão concordar comigo.

Senão concordar, ao menos se condoer por mim.

Como muitos sabem, eu trabalho com atendimento ao público em uma empresa pública federal. Alguns mais íntimos ainda sabem que o setor que eu trabalho precisa de uma concentração assim, meio que extra plus advanced grande, porque olha, eu já tive prejuízos por causa de falta de atenção. E não foi POUCO prejuízo não. Mas olha, aonde eu trabalho, como tem muita gente conversando e pans, eu meio que treinei a minha mente pra abstrair desse zumzumzum, sabe aquele barulho chato de quando tem MUITA gente falando ao mesmo tempo? Pois é, desse barulho eu abstraio.

Agora, olha, não tem coisas mais pavorosas, mais irritantes, mais que me tira do sério, mais que me dá uma vontade tão grande de trazer Herodes e Hitler de volta do inferno... quanto criança chorona e celular na mão de pobre.

Criança chorona, infelizmente, não tem muito o que fazer. Vai do bom senso da infeliz que botou a criatura na face da terra. Lá NÃO É LUGAR de criança. Lá, aliás, já não é lugar de muita gente que está lá... imagina de criança. Acho sinceramente que meu horror de criança começou depois que eu comecei a trabalhar lá. O melhor são as mães infelizes que joga a criança na minha mesa, e quando a criança começa a mexer em tudo, eu disse TUDO que ela consegue por a mão, a mãe só fala "hihihi, para, a tia vai brigar".

Olha... TIA É O CARALHO! Que se fosse da minha família ia aprender rapidinho a ter educação!

Mas parece que sei lá, criança chorona chega uma hora que cansa. Pobre não cansa NUNCA. E parece que a bateria do celular dessa gente idiota não acaba. Meu celular, se eu apertar o botão pra ver a hora, a bateria acaba. O dessa gente, toca todos os pagodes no naipe "lá vem o negão", e a bateria tá lá, firme e forte. Olha, ainda se eles tivessem um gosto musical um pouco apurado... nããão! NÃO! Não peça isso dessa gente. Pode ter certeza, o cara que ouve música no celular sem fone de ouvido nunca, eu disse NUNCA terá um gosto musical digno. NUNCA! Esquece essa possibilidade.

Dá uma vontade tão grande de banir essa raça dos infernos! Sabe... não sou uma pessoa a favor da violência. Não mesmo, sou pacífica. Mas a vontade de espancar, de fazer sofrer miseravelmente, de fazer a pessoa sentir toda a dor que seja possível neste mundo... a vontade é tão grande, que olha, Serra, fikadika.

Esquece essa parada de cigarro. Cigarro chega a fazer bem pra saúde. O que você deveria lançar aí é a doação de fones de ouvido. E se neguinho continuasse ouvindo música de gosto duvidoso em locais públicos, nós, pessoas pacíficas e que só querem ver a paz no mundo, ganhamos o direito de espancar até cansar, sem interferência de nenhum tipo de ONG de proteção aos animais ou coisa do tipo.

Coitado dos animais, são tão educadinhos comparados com essa gente.

É só um desabafo, sabe? Porque, olha, eu PRECISO de concentração. Não tem a menor condição do seromano se concentrar com um show de rap ou funk ou o caralho a quatro no ouvido. Não.

Fikadika? Fone de ouvido pra eternidade.

9 comentários:

Piero M. disse...

Da ultima vez que um marmanjo retardado usou o celular dessa forma dentro do ônibus, fiquei tão injuriado que me superei... e superei ele.

Tirei o cabo do fone de ouvido do meu celular e mandei um Enter Sandman no ultimo volume!

Você acha que ele desligou o dele na hora? hahahahahaha

Andarilho disse...

Eu sou a favor da violência. E do assassinato em massa desse povo.

Que se danem os direitos humanos, esse povo pra chegar a ser "humano" precisa subir uns dois níveis, hauhauhau

=] disse...

Eu e minha irmã estávamos discutindo isso ontem. Esse povo vai lá e compra o celular mais barato que toca MP3 e não vem como fone de ouvido. Vai tomar no cú! Você gosta? Que bom! Escute na sua casa sozinho. Ninguém vê música clássica tocando nesses celulares, ou MPB, ou alguma coisa que não seja rap e pagode.
Eu acho que deveria estar incluído nessa sua proposta de lei as picapes que param no semáforo com as caixas de som na carroceria. Puta que o pariu! Eu não quero as janelas do meu carro tremendo e nem quero perder aquela parte da minha música que está tocando baixinho dentro do MEU carro.
Adoro seu blog.
Beijos.
;]

Guilherme disse...

Havia uma espécime dessas no meu antigo trabalho... que quando questionado "pqq? pqqq vc nao compra fone de ouvido porra!?" ele respondia, calmamente, que incomodava algo daquele tipo dentro da orelha [¬¬' só matando né]

Ana disse...

Respeito é um conceito completamente ultrapassado né? Irritante demais!!!!
Pior é que, provavelmente vc tb não deve poder usar fones de ouvido no intuito de conseguir um pouco de silêncio....
FODA!
beijo

te amo, porra disse...

gente, mas cadê os seguranças? porque de primeira eu ia reclamar por ATRAPALHAR A ORDEM. e você tem muito o que justificar isso trabalhando ONDE você trabalha.

aqui o povo não tem esse costume de tocar músicas nos celulares como se estivesse em casa. no rio que tinha muito em onibus, trem, mas vou puxar briga com pobre nesses lugares? hahahahahha depois amanheço no fundão esquartejada na capa do meia hora.

mas em todo caso, acho que isso teria que ser conversado com o seu chefe e os seguranças tinham que fazer alguma coisa.

criança é foda, nem tem muito o que fazer mesmo.

Gerundino disse...

O cigarro ta fazendo falta...

é foda... bronzear os pulmões é tudo de bom e proibem.. porra, libera isso ai de vez é tão bom e nos mantem relaxados.

Quanto a criança chorona.. putz. É foda, mas eu entendo, criança chora, mas pow tenter dar um jeito nisso.

E primeiramente alguem q ouve música em celular se fone de ouvido... não importa a música, o gosto já é dúvido só por querer compartilhar com todo mundo akele barulinho de celular q pareçe um radinho de pilha.

Ana P. disse...

Piero: olha, juro, eu prefiro não revidar em busão, pq quando vc andar de busão aqui pras quebradas onde eu moro, você tb ficará com medo.

Andarilho: não pode bater nas pessoas assim, gratuitamente. E morrer é pouco pra essas pessoas, tá? O negócio é fazê-las viver miseravelmente. Sofrer até o finzinho, e depois viver mais e sofrer mais. Entende?

=]: Cara, deveria incluir aí nessa proposta qualquer dessas coisas que incomode muito a boa convivência social, pq sabe, não é dygno. Cigarro incomodava, daí tiraram. Isso daí atrapalha minha saúde tb, sabe? Pô, fico DOIDA com essas porra de música chata do caralho!

Gui: Olha, se o fone de ouvido incomodava, pq, PORQUEEEEEEEE que o som não incomodava? Como pode esse som chato de celular [sim, pq o som do celular no alto falante é MUITO horrível] não incomodar? COMO???

Ana: Não, não posso usar fones de ouvido, pq olha, preciso conversar com os outros clientes. Mas... dá vontade, viu?

Te amo, porra: É que nesse dia em questão, que eu resolvi reclamar com vocês, olha, até que ele desligou rápido. Mas sério, teve uma vez que eu comecei a GRITAR lá, GRITAR, que eu não tava mais aguentando o barulho, olha, eu só lembro de conversar com minha chefe sobre isso quando tô passando pela situação. Mas eu preciso mesmo dar uns toques, de colocar uns avisos por lá e pans, pq atrapalha E MUITO, muito mesmo, quebra a concentração!

Gerundino: EXATO! Radinho de pilha, olha, QUE BOSTA! Acho que isso é o que mais me irrita! E de boa, como parei de fumar, pra mim a lei é ÓTEMA, só fode que minhas grandes amigas fumam, e eu fico sozinha na mesa enquanto elas vão fumar na rua, ahuahuahuahuahuahuahuahua!

Beatrix Kiddo! disse...

O pessoal nunca ouve música boa vindo de um auto-falante de celular, pq as pessoas que têm bom gosto em música, têm senso.


Ontem o cara sentado ao meu lado tava ouvindo Pearl Jam no último volume, com fone. Fiquei até triste, pq tinha esquecido o meu em casa e tava cantando amarradona.