quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Não aguento mais...

Ouvir falar de gripe suína, fora Sarney, A Fazenda, hare baba. O meu emprego, depender de dinheiro, a faculdade, a preguiça. Solidão, essa vontade de comer, comer, comer, mesmo quando não estou com fome.

Esse sentimento de obrigação de me sentir informada. E esse vazio que fica quando não leio o jornal do dia.

A mudança de clima, pegar ônibus e metrô pra ter que ir pra qualquer lugar do mundo, não poder contar com minha família em coisas pequenas. Ser acomodada. Usar a bebida como válvula de escape.

Ter essa vontade de escrever e não conseguir. Comprometer-me com projetos que eu sei, desde o começo, que mais dia, menos dia, eu irei abandonar. Usar as compras como válvula de escape. Saber que enquanto eu continuar sendo julgada pela minha aparência, vai ser sempre assim.

Não ter certeza de sentimentos, ter medo de sentir, ter medo de assumir. A saudade, o medo, o ciúme.

Ter tanta coisa pesando no peito, e no entanto continuar sorrindo.

Que as pessoas continuem esperando um sorriso de mim. Mas mesmo assim, eu vou sorrir.

5 comentários:

Gerundino disse...

sorria e acene.. é só isso q pedem.. Vontade de matar todo mundo, mas tudo bem.

Andarilho disse...

Ou faça que nem aquele cara que matou um monte na academia nos USA.

Ana disse...

MUDE! Mude o que te incomoda....nem que seja apenas por um dia!!!!!
beijos

Ana P. disse...

Gerundino: você não viu naaaaada...

Andarilho: sabe, tenho medo de matar alguém.

Ana: já fiz isso: parei de ler jornal.

jujudeblu disse...

Ana, rindo ou não, sabes que os amigos estão aí pro que der e vier!

E... ainda que vc não ria, vc tem o dom de provocar risos em quem está ao seu redor. :)